Travessias na Serra do Cipó, Lapinha da Serra e Tabuleiro

banner-destaque-interna-tabuleiro

A região da Serra do Cipó oferece um amplo cardápio de travessias para mochileiros, aventureiros e montanhistas.

Travessias são caminhadas longas de aproximadamente 40 km que podem ser feitas em dois ou três dias. Algumas rotas passam pelo Parque Nacional Serra do Cipó, outras pelo Parque Estadual do Intendente (Cachoeira do Tabuleiro). Em todas as rotas se encontram atrativos naturais sem igual, toda boa travessia acaba com um banho refrescante de cachoeira.

A Serra do Cipó é o local com o maior índice de

nascentes e cachoeiras em Minas Gerais, assim nunca faltará água límpida na

travessia. Um fato que ajuda bastante na logística e no peso da mochila.

Um fator importante para uma travessia bem sucedida é o peso da mochila e a

alimentação correta. Oferecemos travessias com carros de apoio, mulas e

pousadas familiares com banho quente.

Aventura não quer dizer que você precisa abrir mão do conforto, sofrer com

fome e com o cansaço por causa da mochila pesada. Organizamos travessias para

cada perfil de visitante: Aventura, Trekking avançado, contemplação,

desaceleração, superação, etc. Cada um de nos tem outro objetivo!

Muitos visitantes ficam na dúvida que deveriam levar de roupa, utensílios e

alimentos. Quando caminhamos, normalmente comemos bem menos que quando

estamos na cidade ou em nossas casas. Para uma travessia recomendo alimentos

básicos, leves e fáceis de preparar e que não sejam perecíveis.

O que levar na mochila de ataque:

Roupa de banho, protetor solar, boné, óculos de sol, água, canivete, lanterna e

celular carregado.

Alimentos: Biscoitos naturais, sem muito sal, barras de cereais, algum doce sem

chocolate, como bananinha, frutas secas ou paçoca. Talvez um lanche natural

com queijo, cenoura e alface. Dê preferência a frutas duras como maçã, em vez de

sucos. Mas cuidado, frutas podem aumentar a fome!

O que levar na mochila de travessia:

Barraca, colchão térmico, saco de dormir, capa de chuva, meias, touca, toalha,

botas, agasalho, chinelo, sabonete, papel higiênico e absorventes.

Roupa para trilha: Calça escura leve e cumprida, camisa leve com mangas

cumpridas e boné ou chapéu.

Roupa para acampamento: bermuda, chinelo e camisa seca

Roupa para dormir: calça confortável e cumprida, camisa seca

Muitas vezes já carregamos uma barraca, um colchão térmico, fogareiro e outras

coisas de grande volume e peso. Então é necessário evitar qualquer desperdiço

de espaço na mochila!

Café da manhã: Café, Cappuccino ou Suco em pó, um pedaço de queijo curado e

pão ou tapioca. O café da manhã é a refeição mais importante na trilha, porque

não haverá almoço.

Lanche de trilha: Veja “mochila de ataque” em cima!

Jantar: O jantar depende de seu gosto, de suas habilidades e de sua paciência.

Tem andarilhos que preparam uma deliciosa pizza na pedra embaixo do céu

estrelado e existem outros que preferem um sopão e a cama…

A melhor opção pode ser uma mistura. Um macarrão instantâneo caprichado.

Um pouco de bacon, legumes e queijo ajudam muito, mas cuidado com o excesso

de sal. Existem outros alimentos semi-prontos, mas evite enlatados. Todos os

alimentos industrializados são comercializados em teatrapak também e isso

diminui muito o peso e o volume do lixo produzido que sempre deveríamos

trazer de volta a civilização. Além dos carboidratos devemos ingerir alguma

gordura de boa conservação, como bacon e linguiça defumada. Quem prefere

carregar menos peso ainda e gastar um pouco mais, pode optar pelos alimentos

liofilizados (um processo de desidratação em que o produto é congelado sob

vácuo).

A melhor dica é: Siga seus hábitos naturais! Evite o sal e beba muita água.

Leve embalagens de plástico, como vasilhas e sacolas para proteger a comida e

poder embalar e transportar o lixo gerado.

Evite fogueiras porque na época de seca representam um perigo desnecessário.

O jantar depende de seus hábitos, da mão de obra disponível, da vontade, do

local de pernoite, do peso e dos utensílios necessários. De qualquer forma, fica a

dica: Seja criativo!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *